JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение
Portuguese English Italian Spanish

Amfíbios

As características ecológicas, fisiológicas e reprodutivas (1) dos anfíbios levam este grupo a uma forte associação com ambientes úmidos. Provavelmente, essas características limitam a capacidade de dispersão e descolonização desse táxon(2) (Gulve,1994).

O Cerrado em relação a Herpetofauna abriga muitas espécies endêmicas, sendo a metade das 16 espécies de cobras de duas cabeças (Amphsibaenia), 12 das 47 espécies de lagartos (lacertília) e 32 das 113 espécies de anfíbios (anura) listadas para o bioma (Colli et al., no prelo). Provavelmente o número de anfíbios endêmicos do Cerrado aumentará devido à elevada taxa de descrição de novas espécies na Região Neotropical (Glaw &Kohler, 1998). Quanto aos réptei são listadas para o Cerrado 103 espécies de serpentes, grande parte com ampla distribuição geográfica, porém o pequeno número de registrosnão permite apontar com exatidão o nível de endemismo. Entre os jacarés etartarugas, não há registro de nenhuma espécie considerada endêmica do Cerrado.

As conecções entre as populações de espécies de matas através da rede hidrográfica, diminuem a expectativa de grande endemismo no Cerrado. Répteis

Reprodução
O ciclo de vida dos anfíbios apresenta geralmente três fases: ovo, larva e adulto, ocorrendo uma metamorfose radical na passagem de larva aquática a adulto. A fecundação é interna (geralmente urodelos e ápodos) ou externa (anuros), sendo as espécies geralmente ovíparas. A maioria deposita os seus ovos na água mas algumas espécies vão a terra para o fazer e outras ainda retêm os ovos no interior do corpo de formas diversas. Quando a fecundação é interna, o esperma é transferido para o corpo da fêmea envolto numa cápsula gelatinosa - espermatóforo - como no caso dos urodelos ou através de um órgão semelhante a um pénis, como no caso dos ápodos.

Para que tal aconteça com eficácia deve existir muita coordenação de movimentos, obtida por complicados rituais de acasalamento. Os ovos contêm uma quantidade de vitelo apreciável e são envolvidos por uma capa gelatinosa que seca rapidamente em contacto com o ar, mas não têm anexos embrionários. Podem ser postos apenas 2 ou 3 ovos, soltos ou em cordões, mas algumas espécies atingem os 50000 ovos por postura. Nas espécies que colocam os ovos em terra ou os retêm, o desenvolvimento é directo, pois a larva permanece no ovo até emergir como uma miniatura do adulto. Estas espécies têm a vantagem de se libertarem da dependência da água para a reprodução pois não existe fase larvar aquática.

Taxon
É uma unidade taxonômica de qualquer categoria.Grupo de indivíduos com características comuns submetidos ao mesmo nível taxonômico de hierarquia.


Links

Lista de répteis Brasil:
http://www2.sbherpetologia.org.br/checklist/repteis.htm

Lista de anfíbios Brasil:
http://www.sbherpetologia.org.br/checklist/anfibios.htm

Site com informações gerais de anfíbios:
http://curlygirl.naturlink.pt/anfibios.htm

REFERÊNCIA BIBLIOGRAFICA

GULVE,P..S Distribuition and extinction patterns within a northem metapopulation of the pool frogs Rana lessonae. Ecology , Durham , v.75,n.5,p.1357-1367, 1994.

IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). 2003. Lista das espécies da fauna brasileira ameaçadas de extinção. Ministério do Meio Ambiente, Ibama, Brasília. Disponível em http://www.biodiversitas.org.br (acessado em Agosto de 2006).


SBH. 2005a. Lista de espécies de anfíbios do Brasil. Sociedade Brasileira de Herpetologia (SBH) Disponível em: http://www.sbherpetologia.org.br/checklist/anfibios.htm (Acessado em agosto de 2006).


* Caio Stuart é aluno do curso de graduação do curso de Ciências Biológicas na Universidade Federal de Goiás. Pertence a um grupo de estudos e pesquisas voltadas para o meio ambiente denominado P.U.M.A (Projetos Unificados Para o Meio Ambiente). O grupo é formado por estudantes e desenvolve vários tipos de pesquisa e trabalhos na área de desenvolvimento sustentável.