JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение
Portuguese English Italian Spanish

Festa do Divino Espirito Santo

A Festa do Divino em Pirenópolis é a mais significativa de todas as festas do genero no Brasil.

Doze dias de festa na manifestação popular mais importante da cidade. A festa do Divino Espírito Santo, comemorada em Pirenópolis desde 1819, reúne desfiles das bandas de música, queima de fogos, congadas, bailes, entre outros eventos.

O Imperador é o principal responsável pela preparação e realização dos festejos. Tradicionalmente, é ele quem arca com a maioria das despesas da Festa, embora conte com o auxílio de autoridades, de sua família e de membros da comunidade local, já que seu prestígio emana exatamente de sua capacidade de "acumular para redistribuir", sejam bens materiais ou imateriais, trabalho voluntário ou víveres para a preparação de alimentos, por exemplo.

Para muitos, "o que o Imperador vai gastar com a festa não é nada perto das graças que já recebeu e vai continuar recebendo".

Entre a Páscoa e a Novena, o Imperador realiza vários eventos em sua casa (que, deste modo, passa a ser um local de festa), muitos deles relacionados às Cavalhadas e às Folias.

A Casa do Imperador é dos devotos do Divino, que devem ser servidos com fartura em qualquer ocasião. Por esse motivo, a cosinha da Casa do Imperador, comandada pela esposa do festeiro e movida a doações, trabalho voluntário e trabalho remunerado - jamais descansa, preparando initerruptamente refeições, quitandas, cafés, bolos e salgados.

Criado para ser um representante da Família Real e Corte portuguesas, sua função é distribuir alimentos para a população e realizar a libertação simbólica de presos da cidade (ato que, antigamente, acontecia de verdade).

Entre os momentos mais importantes da festa está a Procissão do Divino, quando o Imperador, acompanhado pelas "virgens", bandas de música e populares, segue até a igreja para acompanhar o sorteio de seu sucessor.

Após a missa, o Imperador retorna à sua casa e distribui "Verônicas de Alfenim" e "Pãezinhos do Divino", comidas típicas da festa, a todas as virgens.

A mandala, símbolo do Divino, representa a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos (Pentecostes), enquanto a pomba branca, da cor da paz, significa o Divino Espírito Santo.

A Festa do Divino Espírito Santo é uma festa móvel que acontece 50 dias após a Páscoa, durante as comemorações de Pentecostes. Geralmente a data cai no mês de maio ou junho.