JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение
Portuguese English Italian Spanish

4ª Maratona Fotográfica ocorre em Pirenópolis no mês de maio de 2016

16-03-2016
 
   A maratona ocorrerá na transição da Festa do Divino Espírito Santo e nas Cavalhadas de 2016.

Acontece entre os dias 14 e 17 de maio deste ano a 4ª edição da Maratona Fotográfica de Pirenópolis. A maratona é promovida pelo Instituto Pireneus, que tem como intuito promover a cultura na cidade histórica de Pirenópolis, carinhosamente apelidada pelos goianos de Piri. A cidade surgiu durante o ciclo do ouro em Goiás durante o século XVIII, em 1727, sendo uma das mais antigas do Estado. O Instituto Pireneus nasceu no ano de 2006, da vontade de um grupo de amigos, reunidos na antiga Rua Direita, em divulgar a história, desenvolver a cultura, preservar o patrimônio histórico, cultural e de meio-ambiente, e combate à pobreza a partir da promoção socioeconômica no local.

O Instituto também atua na gestão de projetos e eventos, curadoria, consultoria e treinamento em atividades próprias e/ou terceirizadas para os setores de cultura e turismo, uma das maiores fontes de renda da região. As três primeiras edições da Maratona Fotográfica ocorreram entre 2008 e 2010. Este ano o projeto será retomado com foco em fotografias sobre a Festa do Divino Espírito Santo, Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Histórico Nacional (IPHAN) no ano de 2010, e a festa das Cavalhadas.

As inscrições deverão ser feitas a partir da segunda semana de março no site do próprio Instituto (). Ao final da Maratona, os inscritos deverão enviar cinco fotografias, coloridas ou em preto e branco, para um e-mail que deverá ser indicado pela organização da Maratona. Os vencedores terão suas fotografias divulgadas no site do Instituto Pireneus, das quais apenas dez serão selecionadas a partir de critérios de curadores especializados. Além disso, todos os participantes receberão certificado de participação. Poderão ser utilizados todos os tipos de câmera fotográfica, inclusive celular.

A direção do Instituto Pireneus é de Gedson Edmar de Oliveira, Arjuna Assunção Alves Gomes e Walker Meykom Leal Pina. Ana Paula Batista, Carlos Alberto Pojo do Rego, Eder Veiga, Renata Oliveira Pina e Ricardo Padue são colaboradores do Instituto.

Festa do Divino Espírito Santo

Comemorada 50 dias após a Ressurreição de Cristo, na Semana Santa, a Festa tem seu ápice no Domingo do Divino, após 12 dias de celebração. Mesclando o Sagrado e o Profano, os principais elementos desta festa são a Coroação, os Mascarados e as Cavalhadas. A Coroa e o Cetro que o Imperador da festividade (escolhido ano a ano por meio de sorteio) ostenta são de prata pura. Sua confecção foi ordenada pelo Padre Manuel Amâncio, no ano de 1826, quando ele foi Imperador da Festa do Divino.

Tradicionalmente uma celebração portuguesa, remonta os tempos da Reconquista, apresentadas originalmente em torneios medievais, onde os aristocratas exibiam toda sua destreza e valentia. As vestimentas utilizadas nas Cavalhadas de Pirenópolis preservam as características originais, onde os cavaleiros de azul representam os cristãos e os de vermelho, os mouros em posse de espadas e lanças. Nesta versão abrasileirada, os Mascarados representam o povo, e a corte, eleita em sorteio anualmente, a nobreza. O contexto diz respeito a uma luta travada entre cristãos e mouros. No final, vencidos, os mouros se convertem ao Cristianismo.

Lembrando que para participar é preciso fazer sua inscrição pelo site, a partir da segunda semana de março!

Para mais informações e o formulário de inscrição no site do Instituto Pireneus (www.pireneus.org.br).

Fonte:www.dm.com.br