JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение
ptenites
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 630

Acorda Pirenópolis!!!

 

21/06/2013

Na primeira manifestação popular apolítica de descontentamento com os políticos locais, já realizada em Pirenópolis, a cidade não deixou a desejar, principalmente partindo de um princípio matemático.

Acontece que 100.000 (Cem Mil) pessoas em passeata na Avenida Paulista representam cerca de 1% da população da maior metrópole brasileira.

Já Pirenópolis conseguiu em sua primeira investida uma porcentagem ainda acima do patamar paulistano levando em consideração o número de habitantes da cidade pirenopolina.

Foram aproximadamente 150 (Cento e Cinquenta) pessoas de todas as idades credo e raças caminhando e cantando com uma única vós, a do descontentamento.

Tudo aconteceu em perfeita harmonia democrática, sem vandalismo nem repressão policial. Uma vez na Camara de Vereadores os manifestantes protestaram contra o projeto de lei que propunha o aumento de até 100% dos salários dos funcionários de cargos comissionados ou seja osconhecidos "Cabides de Empregos", que naquele momento entrava em discussão.

Os "Cabides" são oferecidos às pessoas que apoiam os canditados à prefeito e a vereadores antes das eleições, e uma vez eleitos os mesmos os contratam como cargos comissionados, e sem concurso público tais apoiadores ganham seus empregos. No geral esses cargos têm a duração de um mandato.

Esse é um dos grandes problemas administrativos, pois transforma a administração pública numa incompetência inimaginável, basta olhar para a situação do município.

Diferentemente de São Paulo, aqui os manifestantes perderam a primeira batalha, mas não a guerra, pois essa deve continuar.

Acontece que os vereadores (6X4) aprovaram o absurdo, indo na contramão do processo de reivindicações contra corrupção pedida pelos manifestantes.