JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение
Portuguese English Italian Spanish

Ministro Lewandowski lança campanha em Pirenópolis

03/09/2010

Nivaldo Melo e Ricado Lewandowski
Prefeito Nivaldo Melo e Ministro Ricardo Lewandowski

Ricardo Lewandowski, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), concordou nesta manhã perante numeroso público, que o eleitor fica confundido com a demora na conclusão de processos judiciais e a permanência de políticos barrados pela Lei da Ficha Limpa na disputa eleitoral deste ano.

O Ministro, que abriu a audiência pública no Centro Histórico da cidade “Eleições Limpas – não vendo meu voto” foi questionado por muitos eleitores descontentes com a morosidade do Supremo Tribunal Federal em não conseguir solucionar, em tempo hábil o julgamento dos canditados ‘ficha-suja’ que entram com recursos na Justiça e se mantém em campanha até que o processo seja julgado podendo, inclusive, serem eleitos.



A Campanha foi uma iniciativa da (A.M.B.) Associação dos Magistrados Brasileiros sob a direção de Mozart Valadares Pires e do TSE sob a direção do Ministro Ricardo Lewandowski.

Vão ser realizadas aproximadamente 250 audiências públicas do genero em todo o país, onde serão tiradas as dúvidas dos eleitores sobre crimes eleitorais e compra de votos, dentre outras.

- O evento de hoje teve como objetivo esclarecer a população, mas o juiz final é o cidadão. É ele que vai decidir na hora do voto quem deve ser eleito e fazer uma pré-seleção com antecedência, disse Lewandowski.


O Ministro ainda disse ser necessário ao eleitor fazer uma "Colinha" com os nomes dos candidatos pré-selecionados para não haver erros nem confusão na ocasião do voto.

Outrossim, o Procurador geral da República Roberto Gurgel, que também participou do evento, se mostrou preocupado com as trucagens na propaganda eleitoral.

Em sua avaliação isso poderá desequilibrar as eleições o que acarretará muito mais ações na Justiça.