JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение
ptenites

Pirenópolis e a Perturbação do Sossego

(31-12-2012)

Pirenópolis com Grande Perturbação do Sossego

A Cidade está Entregue
Por: Edson Paranhos

Os moradores de Pirenópolis já não aguentam mais a invasão de pessoas que praticam o turismo de baixo nível, nem aguentam mais seus concidadãos que alugam suas próprias residências para esse tipo de gente.

Som altissimo durante as madrugadas, inclusive automotivo, consumo excessivo de bebidas alcoolicas e de drogas passaram a ser comuns nos finais de semana e mais ainda nos feriados que são prolongados.

A população está isolada em suas reivindicações para que a administração pública tome alguma providência com esses abusos.

A Polícia Militar, mesmo com toda a atenção pouco pode fazer, a não ser receber as reclamações via telefone (190) ir até o local e registrar uma ocorrência que no dia útil seguinte é passada para a Delegacia de Polícia Civil, a qual encaminha ao Ministério Publico, o qual envia intimação atraves de carta precatória e abre um processo contra os perturbadores (que são residentes em outras cidades e/ou estados), o que ocorre varias semanas e até muitos e muitos meses depois do caso.

O transtorno é tão grande para os prejudicados que se os mesmos forem tomar essas diretrizes (ditas corretas) serão ainda mais prejudicados e assim os donos dos imóveis continuam a insistir nos aluguéis informais causando prejuízos para a sociedade.

Acontece que poucos minutos após a ocorrência tudo volta ao "normal".. ou seja a bagunça continua ainda mais significativa. Na verdade precisamos que o poder legislativo crie leis que regularizem os aluguéis clandestinos que não acrescentam nada de bom para a sociedade local, a não ser alguns míseros reais para os donos desses imóveis que se ausentam da cidade nesses períodos.

A população espera que essa nova administração e principalmente a Camara de Vereadores, que iniciam um novo mandato, tomem providências corretas para o controle desses abusos.